Costurar à Máquina

Linhas soltas e embrulhadas, como resolver num só passo!

O Problema

Hoje trago-lhe a solução para um problema muito chato e frustrante que infelizmente é bastante comum nas máquinas de costura com bobine horizontal. Falo dos modelos de máquina que colocamos a bobine (ou canela) diretamente dentro da máquina, na horizontal, sem ser necessário colocá-la dentro de uma segunda peça. É um cenário real que pode estragar uma boa sessão de costura.

Se a sua máquina é um modelo de bobine horizontal não se vã embora e leia com atenção, pois nunca se sabe se esta solução lhe vai salvar o dia.

Em primeiro lugar, pode ficar descansada pois tenho boas notícias! É que a solução é simples, está ao alcance de qualquer uma de nós e não envolve uma visita ao técnico das máquinas.

Em segundo lugar, um aviso, se esta solução não resolver o seu problema então é porque a causa não corresponde ao que aqui descrevo e por isso terá que fazer outra avaliação do seu problema específico.

Todas já passamos por isto! Depois de uma semana de trabalho terrível eis finalmente o fim de semana! Uma visita à nossa loja de tecidos preferida – a Riera Alta, claro – resulta em novas ideias e materiais para um projeto de costura novo. O nosso momento de escape, a nossa pequena grande hora em que somos só nós e as nossas queridas costuras!

Está tudo pronto! Um novo projeto, um tecido maravilhoso e uma máquina que ainda ontem tínhamos utilizado para fazer uma bainha das calças do marido.  Colocamos a nossa melhor linha, pomos o tecido debaixo da agulha, carregamos no pedal de vagar, rematamos, vamos acelerando e de repente uma grande embrulhada de linha solta em baixo! A máquina de costura encarava, o tecido estraga-se, a linha vai para o lixo, ficamos nervosas…

Instala-se o caos!

Não existe nada mais frustrante do que isto!  A nossa costura a ficar toda mal feita de repente! A nossa máquina de costura falhou-nos, como é possível?!

A explicação

Na verdade 99.9999% das vezes que isto acontece é erro humano! Não é que esta estatística seja oficial ou muito estudada, mas é a impressão que temos pelo vamos vendo a acontecer.

De facto, maior parte dos casos em que a nossa costura sai com a linha toda solta acontece porque a costureira fez alguma coisa mal.  Uma linha mal enfiada, uma agulha romba, uma configuração não adequada para o tecido que está a usar.

– Mas como é possível ser erro da costureira se ainda ontem a máquina estava a funcionar e se faço tudo sempre igual?! Mas final que erro é esse? Perguntam vocês!

Vamos por partes.

Todas as máquinas de costura necessitam de tensão na linha. Tanto na linha superior como na linha inferior. Quer isto dizer que existe um mecanismo que prende a linha antes de ela chegar à agulha, para que ela não corra solta e sem tensão. Este mecanismo que cria tensão está presente em todas as máquinas e permite ser regulado, tanto para a linha inferior como para a linha superior. Nas máquinas de costura de bobine/ canela horizontal este mecanismo, ou tensor, está colocado de forma que seja fácil lá passar a linha quando substituímos a bobine.

Em quase todas as máquinas deste tipo conseguimos ver junto ao local onde colocamos a bobine, um diagrama que nos instruiu em como passar corretamente a linha. Costuma olhar para ele? Se sim, excelente, mas o mais provável é não ligar!

Em todo o caso, há três coisas fundamentais que o diagrama omite:

  1. A passagem serve para dar tensão à linha
  2. O caminho dever sempre ser seguido daquela forma
  3. Existe uma ranhura de metal oculta de passagem obrigatória

Quem não está ciente destes três pontos, faz passar a linha seguindo as instruções, mas sem especial cuidado. Quando isto acontece, por vezes a linha fica bem colocada, por vezes fica mal colocada. Esta dualidade, resulta em que não seja perecível que fizemos uma coisa mal ou que o erro é do utilizador.

A Solução

É fundamental que se entenda que a linha tem que passar na ranhura metálica pois esta ranhura é o tensor. É ela que faz com que a linha tenha tensão. Quando isto não acontece, o resultado é uma embrulhada de linhas e tecidos, agulhas partidas e muita frustração.

Da próxima vez que enfiar a sua máquina, certifique-se que a linha de baixo passa pela ranhura. Se tem dúvidas, basta puxar a linha para sentir se corre livremente, ou está presa.

Uma máquina de costura com ambas as linhas bem calibradas e a passar nos tensores é tudo o que precisa para retomar as suas costuras.

Partilhe este artigo e juntas vamos acabar com os tortumelos de linhas e tecido deste mundo!

Nenhum produto no carrinho.